Skip to content
Published 20/06/2019

Junho é o mês do orgulho LGBT e a #PrideMonth está sendo utilizada para ajudar na divulgação do assunto que culminará no dia 28, data reconhecida internacionalmente como o Dia do Orgulho LGBT.

Logo, abordamos no Holodeck 23 os movimentos que contribuem para o crescimento da cultura queer no desenvolvimento de jogos e questionamos como propor mudanças em uma indústria que têm como público reconhecido principalmente homens, cissexuais, heterossexuais e brancos e que a manutenção desse padrão é importante para a construção de uma “identidade nerd” que produz um ambiente toxico e afasta grupos diversos.

Para falar sobre isso, recebemos Felipe Barcellos, que esteve conosco no episódio sobre UX e UI, e Lucas Aguiar Goulart, membro do podcast Ataque e doutor em psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e que pesquisa sobre gênero, sexualidade, teoria queer e jogos digitais. Para entender a fundo sua pesquisa, confira sua tese de doutorado no link abaixo:

Jogos vivos para pessoas vivas : composições queer-contrapúblicas nas culturas de jogo digital

Tem alguma dúvida? Entre em contato conosco em contato@holodeckdesign.com.br

Siga o Holodeck no Twitter e no Facebook.

Agora também estamos no Instagram e YouTube!

COMENTADO NO EPISÓDIO:

INDICAÇÕES DO EPISÓDIO:

Músicas: